Depressão também atinge as crianças - Clínica Mon Petit
pediatria, bebês, clínica pediátrica porto alegre, pediatria, neonatal, parto, acompanhamento de parto
16550
post-template-default,single,single-post,postid-16550,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-14.1,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

Depressão também atinge as crianças

Estatísticas no Brasil ainda são desconhecidas, mas estima-se que a depressão vem aumentando ano a ano a ponto de estar se tornando um problema de saúde pública, o que é sinalizado pelos dados de tentativas ou consumação de suicídios cada vez mais altos em idades precoces.
Pais, professores e profissionais de saúde devem estar atentos aos sintomas iniciais da depressão, pois são difíceis de identificar e, se a doença não for tratada desde a infância, poderá ter continuidade na idade adulta.
Dentre os sintomas em crianças de 2 a 12 anos destacamos:

-irritabilidade e agitação, muitas vezes confundidas com transtorno de hiperatividade;
-medo de dormir sozinha;
-recusa em ir para escola,
-piora no rendimento escolar;
-dores de cabeça e abdominais frequentes ;
-variação de humor;
-perda do apetite;
-fobia social.

Nesse processo, é muito importante o papel do pediatra, que sempre deve conversar nas consultas sobre a vida comportamental e emocional de seus pacientes, em todas idades. E, quando a doença for diagnosticada, tanto a criança quanto os pais devem ser acompanhados por psicólogos ou psiquiatras.